NOTA DE REPÚDIO AO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO

A ADUFPI repudia veementemente as declarações do presidente Jair Bolsonaro em uma live, realizada nesta quinta-feira, 17 de setembro

A ADUFPI repudia veementemente as declarações do presidente Jair Bolsonaro em uma live, realizada nesta quinta-feira, 17 de setembro, ao afirmar que: “Professores gostam de ficar em casa porque assim não trabalham. Para eles tá bom ficar em casa, por dois motivos: primeiro eles ficam em casa e não trabalham, por outro colabora que a garotada não aprenda mais coisas, não volte a se instruir”.
Além do total desrespeito com a categoria docente, não é de agora que o governo ataca os servidores públicos de todo país, e na área da educação o ataque é direcionado aos que desenvolvem um trabalho fundamental para a sociedade brasileira.

Nesse período de pandemia, professoras e professores de todo Brasil têm realizado várias atividades, reiterando o compromisso com a educação pública de nosso país, lutando para garantir uma boa formação para os estudantes. É inaceitável que tal acusação seja proferida sem a devida retratação.
Somos responsáveis pela construção do processo educativo mais amplo que constitui a base das futuras gerações. Quando os profissionais da educação lutam para o não retorno presencial sem a imunização da sociedade, estamos defendendo a vida de todas as pessoas.
Repudiamos a postura vil e caluniosa com a qual o presidente se manifestou, e exigimos respeito para com toda a categoria docente. Nós, professoras e professores fazemos mais do que instruir para o conhecimento escolar. Portanto, exigimos mais respeito, condições dignas de trabalho e mais responsabilidade com educadoras e educadores brasileiros.