Diretoria da ADUFPI faz pronunciamento no CEPEX e apresenta documento com proposições para minuta de resolução do calendário acadêmico de 2020.2 construído junto às Coordenações regionais

Durante a reunião do CEPEX com a Administração Superior, a Presidenta da ADUFPI, Profa. Dra. Marli Clementino, em sua participação destacou a importância de continuarmos os trabalhos com cautela e tendo como referência a ciência.

A Diretoria da ADUFPI junto às Coordenações Regionais do sindicato, cumprindo um dos seus objetivos, materializado no Art. 4º Inciso I do  seu Regimento,  analisaram a proposta de calendário acadêmico para o período letivo de 2020.2 e em reunião, protocolaram à PREG proposições acerca da construção de uma resolução de calendário e reivindicações da categoria já discutidas amplamente durante todo o ano de 2020 em plenárias e assembleias com a categoria docente.

Assim, tendo em vista o tempo exíguo para análise do calendário acadêmico e a convocação de reunião do CEPEX, feita no dia 10/02, considerou-se necessário e urgente um pronunciamento da ADUFPI para reiterar as demandas da categoria na referida reunião do CEPEX de 2021. Como temos primado em nossa gestão, a defesa da categoria é um dos pilares de nossa atuação e considerando as condições de trabalho da categoria docente na Pandemia da Covid 19, consideramos urgente nosso pronunciamento.

Durante a reunião do CEPEX com a Administração Superior, a Presidenta da ADUFPI, Profa. Dra. Marli Clementino, em sua participação destacou a importância de continuarmos os trabalhos com cautela e tendo como referência a ciência.

 

Reiterou que todo processo de tomada de decisões na Universidade Federal do Piauí deve ser construída com fundamentações bem acertadas e em respeito à pluralidade das áreas de ensino. Lembrou também que mesmo diante da situação de pandemia e das restrições sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, a Universidade, e sobretudo o sindicato, não parou de funcionar e tem trabalhado de maneira incessante no desenvolvimento de ensino, pesquisa e extensão, mesmo que sem as devidas condições de trabalho adequadas.

 

E ainda pontuou que é de interesse da categoria docente o retorno presencial às salas de aulas, porém, apenas com um plano de imunização inclusiva que viabilize um retorno seguro e com garantia de valorização e respeito à vida de toda comunidade acadêmica.

 

A ADUFPI encerrou sua participação apontando suas proposições para alteração da proposta de calendário acadêmico, no qual foi construída de forma consultiva e coletiva com suas representações regionais, levando em conta suas respectivas realidades e demandas específicas.

 

Abaixo, segue anexo o documento enviado a PREG e a Carta Aberta ao CEPEX lida pela Presidenta da ADUFPI.