CARTA MANIFESTO DA ADUFPI EM DEFESA DA VIDA E PELO RETORNO SEGURO AS AULAS PRESENCIAIS NA UFPI e UFDpar

A ADUFPI vem publicamente manifestar sua disposição de acompanhar efetivamente o retorno às aulas presenciais na UFPI e UFDpar. Considerando os atuais riscos epidemiológicos e sanitários, alertarmos que o retorno não pode ser confundido com o fim da pandemia da COVID-19. Defendemos que o nosso foco principal deve continuar sendo o cuidado e a defesa da vida!

 

Iniciaremos o semestre com velhos e novos desafios. É importante considerar que a pandemia aprofundou um conjunto de crises, que já impactavam a nossa sociedade, gerando graves problemas econômicos, sociais, políticos, ambientais e sanitários em nosso país. Diante deste cenário, destacamos que o enfrentamento do Corona vírus deve ser uma prioridade no cotidiano da universidade.  Devemos continuar fortalecendo as redes de cuidado e a responsabilidade coletiva e individual.

 

A UFPI e UFDpar são os  lugares de nossa atuação profissional, como tais precisam adotar medidas de prevenção que façam de cada espaço um ambiente de trabalho saudável, que nos permita realizar as atividades educacionais de forma devida. Caso o nosso direito a condições seguras de exercício da nossa profissão não sejam respeitadas, denunciaremos de todas as formas esta violação.

 

Desejamos boas-vindas a toda à comunidade acadêmica, especialmente, às professoras e aos professores. Compreendemos que este processo pandêmico aprofundou as desigualdades sociais e favoreceu a violação de direitos, gerando impactos concretos no campo da política educacional no Brasil. Desta forma, acreditamos que são muitos os desafios  que precisarão ser  vencidos, tais como a permanência das medidas de proteção individual e coletiva contra a infeção da  Covid-19; a revogação da Emenda Constitucional Nº 95 (EC 95), que limita o Teto dos Gastos; a batalha contra a PEC 32 da Contrarreforma Administrativa e a PEC 206,  que pretende estabelecer a cobrança de mensalidade nas universidades públicas; a luta contra os cortes na área de Ciência e Tecnologia e nas Universidades e a reivindicação da recomposição salarial de 19,99% para servidores públicos .

 

A missão de cuidar coletivamente da vida, em suas múltiplas dimensões, nos impele a analisar as nossas responsabilidades profissionais, éticas e políticas, em vista da construção e reafirmação de uma agenda coletiva que responda aos desafios contemporâneos. Os compromissos coletivos da nossa gestão, que foram construídos de forma participativa ao longo dos anos de 2020 a 2022, desde o aparecimento da pandemia, continuam extremamente necessários neste momento de retorno às atividades presenciais. Entre os compromissos já assumidos, queremos reafirmar a necessidade de medidas de proteção individual e coletiva:

 

1 – Mantenha o cartão de vacinação atualizado;

2 – Continue usando máscara em ambientes fechados;

3 – Evite aglomerações;

4 – Mantenha a higienização frequente das mãos;

5 – Evite compartilhar objetos pessoais;

6 – Respeite as normas sanitárias;

7 – Respeite o distanciamento social;

8 – Exerça a escuta respeitosa.

 

Saibam que a ADUFPI estará de portas abertas, pronta para acolher as professoras e os professores. Conte com a nossa escuta, apoio, cuidado e, na medida do possível, com o suporte para que juntas e juntos tenhamos um período letivo seguro, organizado e de muitas aprendizagens. Apesar das adversidades que estamos enfrentando, a luta sindical avançará e seguiremos defendendo o direito de todas as pessoas.

 

Para finalizar, reafirmamos que intensificaremos o nosso compromisso com a defesa da vida em suas múltiplas dimensões e seguiremos firmes no enfrentamento da pandemia da Covid-19. Simultaneamente, daremos novos passos no embate contra os desmontes da política de educação empreendida pelo Governo Federal.

 

Por uma educação pública, gratuita e de qualidade; por um retorno seguro às aulas presenciais na UFPI e UFDPAr, é por isso que nos manifestamos hoje!