ADUFPI realiza 3ª assembleia virtual com a categoria para a escolha de delegado (a) e observador (a) que participarão do 9º CONAD

A sessão contou com a presença do presidente do ANDES, Antônio Gonçalves.

Na tarde desta segunda-feira, dia 21 de setembro, a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí realizou a terceira assembleia virtual com a categoria para a escolha de delegado (a) e observador (a) que participarão do 9º CONAD. Este ano, em virtude da pandemia o encontro será realizado de maneira remota nos dias 28, 29 e 30 de setembro. O encontro visa dar continuidade ao processo eleitoral para a Diretoria Nacional do ANDES-SN Biênio 2020-2022, de acordo com as deliberações do 8º CONAD Extraordinário. Além da discussão sobre a conjuntura e o plano de lutas.
Estiveram presentes na reunião, membros da diretoria da ADUFPI, associadas e associados, e também o atual presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES), Prof Antônio Gonçalves. A Assembleia discorreu sobre três pontos de pautas; inicialmente foi feita uma análise de conjuntura pelo presidente do ANDES, Antônio Gonçalves. Em seguida, realizou-se a discussão para a escolha do (a) delegado (a) e observadores (as) para o 9º CONAD Extraordinário. E por fim uma discussão a respeito do processo eleitoral da nova diretoria do ANDES.

No que se refere a escolha do nome para delegado que representará a ADUFPI no congresso, por maioria de votos, o Prof. Alexandre Medeiros, atual vice-presidente da associação foi escolhido, e como observadores a Profa. Marta Maria Azevedo Queiroz, Profa. Edna Maria Magalhães do Nascimento, Profa. Maria de Lourdes Rocha Lima Nunes e o Prof. Arnaud Azevedo Alves, sendo escolhidas com maioria de votos a Profa. Edna Maria Magalhães do Nascimento e a Profa. Marta Maria Azevedo Queiroz. A candidata com maior número de votos para observadora também será suplente do delegado.

A respeito do processo eleitoral da nova diretoria do ANDES, a categoria entrou em um consenso de propor que as eleições aconteçam de maneira remota, tendo em vista que realizar um processo de eleição de forma presencial, neste momento, oferece risco à vida de todas e todos em decorrência das ameaças inerentes ao novo coronavírus. Ao fim da reunião, a presidente da ADUFPI, Profa Marli Clementino teceu as considerações finais da assembleia pontuando para a participação em atos públicos que ocorrerão dia 30 de setembro contra a proposta de Reforma Administrativa enviada dia 03 de setembro deste ano, sem qualquer tipo de diálogo com as diversas categorias de servidores e que ataca diretamente os direitos de servidores públicos de todo país, precarizado os serviços prestados a sociedade brasileira.