10 de outubro, dia mundial da Saúde Mental

O cuidado com a saúde mental é fundamental para uma vida equilibrada!

Hoje, dia 10 de outubro, é celebrado o Dia Mundial da Saúde Mental. Atualmente, o trato de nosso bem estar psicológico chega num momento em que nossas vidas foram significativamente alteradas em consequência da pandemia de COVID-19. O isolamento social, o medo iminente de uma contaminação, os conflitos e o convívio prolongado com familiares, a ausência de uma rotina, de contato com outras pessoas, são fatores de grande relevância e que influenciam diretamente em como nos sentimos internamente diante desse “novo normal”.

Os últimos meses trouxeram muitos desafios: para os profissionais de saúde, que prestam seus serviços em circunstâncias difíceis e vão trabalhar com medo de levar a COVID-19 para casa; aos alunos, que tiveram que se adaptar às aulas à distância, com pouco contato com professores e colegas e preocupados com o futuro; aos trabalhadores, cujos meios de subsistência estão ameaçados; ao grande número de pessoas presas na pobreza ou em ambientes humanitários frágeis com muito pouca proteção contra a COVID-19; e para pessoas com condições de saúde mental, muitas das quais estão ainda mais isoladas socialmente do que antes. Sem falar em como lidar a dor de perder um ente querido, às vezes sem poder se despedir.

A ADUFPI convida a todas e todos, para que na data de hoje possamos refletir sobre como todos estes acontecimentos incidem diretamente em nossa saúde mental e no bem estar coletivo. E também para chamar atenção para que mais investimentos neste ramo da saúde sejam realizados, visto que as necessidades de cuidados com a saúde mental e apoio psicossocial aumentarão significativamente nos próximos meses e anos. Investir em programas nacionais e internacionais de saúde mental, que há anos não recebem recursos, mostra-se mais importante do que nunca. Discutir este tema, é também nosso dever.

Em Teresina, o cuidado direcionado à pessoa em sofrimento psíquico, pode ser realizado nas Unidades Básicas de Saúde, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), ambulatórios especializados, Hospital Areolino de Abreu, Hospitais Gerais e outros dispositivos presentes na comunidade. Busque apoio. Cuide-se bem, e lembre-se, saúde mental não é bobagem.