EXPLICANDO O INEXPLICÁVEL

Junho 29, 2009, 3:03 p.m.

 

 

 

REITOR LUIZ JUNIOR: EXPLICANDO O INEXPLICÁVEL; TRANSFERÊNCIAS INTERCAMPI E PÁGINAS AMARELAS

 

 

1. ARTIGO DO PROFESSOR FONSECA NETO FORTALECE A LUTA PELA TRANSPARÊNCIA NA UFPI

 

Foi publicado no Jornal Diário do Povo no dia 29/06/2009 um artigo do Professor FONSECA NETO, intitulado UNIVERSIDADE E PUBLICIDADE, abordando a necessidade e a importância do Princípio da Transparência na Administração Pública e a luta para se efetivar esse princípio na UFPI. FONSECA NETO alerta para uma inversão de prioridades na UFPI; enquanto é sonegada a publicidade dos Atos sobre o funcionamento da Instituição se produz gastos desnecessários com a autopropaganda na gestão do Reitor LUIZ JUNIOR. FONSECA NETO destaca ainda a importância da ADUFPI no processo, através do OBSERVATÓRIO ADUFPI. De igual modo, o mesmo evidencia a resistência da Administração Superior da UFPI ao Princípio da Transparência. Clique aqui e veja.

 

 

2. A ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR DA UFPI TENTA EXPLICAR O INEXPLICÁVEL

 

 

Foi publicado no Jornal Diário do Povo do dia 27/06/2009, coluna “Em Off”, notas oriundas da Administração Superior da UFPI tentando justificar a participação vitoriosa da D & P Propaganda em processo licitatório já denunciado na Polícia Federal, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União e Controladoria Geral da União, veja abaixo:

 

 

COMENTÁRIOS DO OBSERVATÓRIO:

 

a) Com certeza a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União não foram informados, pela a Administração Superior da UFPI, sobre a presença do Senhor IONIO ALVES DA SILVA (Professor Dedicação Exclusiva da UFPI e Ex-coordenador de Comunicação Social da UFPI), na empresa D & P Propaganda como sócio cotista. AGORA ESSES ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE COM CERTEZA ESTÃO SABENDO.

 

b) Com certeza a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União não foram informados, pela a Administração Superior da UFPI, que o Senhor IONIO ALVES DA SILVA, ao se retirar da D & P Propaganda passou as suas cotas para a sua filha. Inclusive, consta em aditivo que o endereço do Senhor IONIO é o mesmo da sua filha.

 

c) A liminar da Justiça Federal, dando direito à empresa D & P Propaganda participar do processo licitatório tinha como objeto impedimentos oriundos do SICAF, ou seja, essa intervenção da Justiça não tratou da questão da titularidade da empresa D & P Propaganda.

 

d) A Administração Superior da UFPI estranha que, apenas agora, o Presidente da ADUFPI contesta o resultado do processo. Vale ressaltar que a denúncia do processo licitatório não é algo que dependeu da única vontade do Presidente da ADUFPI, mas de deliberação de Assembleia Geral da ADUFPI.

 

e) O que verdadeiramente é ESTRANHO é o fato da Administração Superior da UFPI FAZER VISTA GROSSA a essa IRREGULARIDADE. Veja parte do Edital: “Não poderão participar da licitação as empresas que tenham entre seus dirigentes, gerentes, sócios detentores de mais de 5% (cinco por cento) do capital social, dirigentes, responsáveis e técnicos, servidor ou dirigentes de órgão ou entidade contratante ou responsável pela licitação e empresas em consórcio”.

 

f) ESTRANHO é a Administração Superior da UFPI não instalar Processo Administrativo para apurar as denúncias. ESTRANHO é o Reitor LUIZ JUNIOR PATROCINAR A DEFESA DESSA EMPRESA e esquecer por completo que IONIO ALVES DA SILVA foi seu Coordenador de Comunicação Social, assim como, foi coordenador das suas duas campanhas eleitorais para Reitor da UFPI. Será que mais um vírus atacou o Reitor LUIZ JUNIOR? O vírus “EU NÃO ME LEMBRO”.

 

 

3. ADUFPI SOLICITA DOCUMENTOS SOBRE TRANSFERÊNCIAS INTERCAMPI

 

O OBSERVATÓRIO tomou conhecimento que a ADUFPI protocolou, no dia 29/06/2009, junto ao Protocolo Geral da UFPI, solicitação de relação nominal de todos os docentes transferidos de um campus para outro, no período de janeiro de 2006 a junho de 2009. Clique aqui e veja.

 

COMENTÁRIOS DO OBSERVATÓRIO:

 

O OBSERVATÓRIO entende que essa é uma ação importante da ADUFPI. Vale lembrar que existem diversos questionamentos, de docentes de Parnaíba, Picos, Bom Jesus, Floriano e Teresina, sobre a AUSÊNCIA DE CRITÉRIOS TRANSPARENTES E IGUALITÁRIOS nesses procedimentos de transferências intercampi. Esses documentos solicitados pela ADUFPI poderão revelar PRIVILÉGIOS E CLIENTELISMO.

 

 

4. OBSERVATÓRIO INICIA ANÁLISE DOS ATOS ADMINISTRATIVOS DO REITOR LUIZ JUNIOR

 

a) O OBSERVATÓRIO, dando inicio ao seu trabalho de análise dos Atos Administrativos assinados pelo Reitor LUIZ JUNIOR dos meses de Janeiro a Maio de 2009, inaugurará no dia 30/06/2009 as páginas amarelas do OBSERVATÓRIO. Nessas páginas serão relacionadas todas as pessoas que participam do “PROGRAMA: SUBSTITUIÇÃO E FÉRIAS FRAGMENTADAS DE TITULARES DE CARGOS DE DIREÇÃO - CD”, ou seja, de todos aqueles que receberam “BOMBOM”, “UMA COISINHA”, UM NEGOCINHO”, “UM AGRADINHO” da Administração do Reitor LUIZ JUNIOR.

 

b) Sugerimos a todos os leitores do OBSERVATÓRIO que apreciem os Atos e informem algum detalhe que o leitor queira destacar. Já recebemos alguns destaques, como: Atos do Reitor LUIZ JUNIOR agraciando a Chefe do Cerimonial da UFPI, Senhora EVA MORAES e outras pessoas que trabalham e/ou que constantemente circulam pelo gabinete do Reitor.

 

c) Tem Atos numerados, mas sem conteúdo. Seriam Atos Secretos? Existem também Atos numerados, mas com conteúdos não disponibilizados, alegando que esses Atos estão em BOLETINS ESPECIAIS. Onde estão esses BOLETINS? A ADUFPI deve solicitá-los imediatamente.

 

 

EM TEMPO:

 

a) AS PÁGINAS AMARELAS causarão espanto geral e muita gente mudará de cor. Serão lançadas amanhã e à medida que for necessário serão atualizadas.

 

b) O Setor de Cerimonial da UFPI amanhã terá um destaque especial. VAI FALTAR MARACUJINA EM TERESINA.

 

c) A COPESE EXISTE?????

 

 

 

Ass.

 

 

OBSERVATÓRIO ADUFPI

 

 

Comente agora

Busca Adufpi

Sistema Adufpi

Contatos Adufpi

Último Informativo

Informativo Adufpi 2017

Adufpi Facebook

Links Úteis