Baixa adesão ao Funpresp é resultado da luta por previdência pública

Julho 30, 2018, 4:28 p.m.

O governo federal divulgou dados sobre a adesão de Servidores Públicos Federais do poder executivo ao Funpresp, fundo de pensão criado em 2012, que apontam enorme rejeição dos trabalhadores ao regime privado de previdência. Segundo o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) apenas 5 mil servidores optaram por migrar para o Funpresp, 5% do esperado pelo governo.

O limite para os trabalhadores que entraram no serviço público antes de 04/02/2013 migrarem da previdência pública para o Funpresp se encerra na sexta-feira (27). Segundo o fundo de pensão, dos 450 mil servidores que ingressaram antes de 2013, 200 mil poderiam ter aderido à previdência privada.

O ANDES-SN tem combatido o Funpresp desde que a privatização da previdência dos servidores começou a ser debatida no Congresso Nacional, no início da década. O Sindicato Nacional editou cartilhas e realizou campanhas contra a criação do Funpresp e, posteriormente, contra a adesão dos docentes ao fundo de pensão, ressaltando sempre a defesa da previdência pública e por repartição.

Em 2013 o governo chegou a procurar o ANDES-SN após a baixa adesão da categoria ao Funpresp. À época apenas 7% dos docentes haviam aderido. Desde então, o governo federal tem utilizado táticas controversas, assediando servidores para aderirem ao Funpresp, como a adesão automática dos servidores recém-ingressados no serviço público e até condicionar o acesso ao contracheque à leitura de um informe do fundo de pensão.

Elizabeth Barbosa, 2ª vice-presidente da Regional Rio de Janeiro e uma das coordenadoras do Grupo de Trabalho de Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria (GTSSA) do ANDES-SN, considera a baixa adesão uma vitória da luta pela previdência pública. “É uma vitória que mostra que o ANDES-SN tem conseguido dialogar com a categoria e que os servidores entenderam o que significa a previdência privada”, comenta.

Aos docentes que ainda estão em dúvida sobre migrar para o Funpresp, Elizabeth reafirma a posição do ANDES-SN. “Os docentes não devem migrar para o Funpresp. Temos que defender e valorizar a previdência pública, que é fruto de lutas históricas dos trabalhadores brasileiros”, afirma Elizabeth, lembrando que o Funpresp não garante o pagamento de aposentadoria aos servidores já que é dependente das flutuações do sistema financeiro. A coordenadora do GTSSA ainda cita que estados e municípios estão copiando o modelo do Funpresp e privatizando a previdência dos seus respectivos servidores públicos, e que a luta do ANDES-SN também inclui o combate a essas privatizações. 

Leia também:

Circular 224/18: ANDES-SN orienta pela não adesão ao Funpresp.

http://portal.andes.org.br/secretaria/circulares/Circ224-18.pdf

Cartilha Diga Não ao Funpresp

http://portal.andes.org.br/imprensa/manual/site/banner/cartilha/cartilha.pdf                      

Governo cria nova tática para forçar adesão ao Funpresp

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8822

Funpresp quer oferecer crédito consignado

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8636

Comissão aprova que Funpresp gerencie fundos de previdência estaduais e municipais

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=9123

ANDES-SN ingressa como Amicus Curiae em ação contra Funpresp

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8137

Adesão automática ao Funpresp é inconstitucional

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=7862

Ação Direta de Inconstitucionalidade cobra fim da adesão obrigatória ao Funpresp

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8092

Em busca de ampliar adesão, Funpresp assedia professores

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=7126

Governo condiciona acesso ao contracheque à leitura de informe sobre Funpresp

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=6076

Fonte: ANDES-SN

Comente agora

Busca Adufpi

Eleições Adufpi 2018

Sistema Adufpi

Contatos Adufpi

Último Informativo

Ações 2016-2018

Adufpi Facebook

Links Úteis