ADUFPI realiza ato em defesa do estado democrático e das universidades públicas

Abril 18, 2018, 4:53 p.m.

A Direção Geral da ADUFPI através de encaminhamento tirado em Assembleia Geral do Sindicato realizada no dia 12 de abril organizou um grande Ato “Em defesa das liberdades democráticas e contra o golpe político”. A ação ocorreu no dia 17 de abril (terça-feira) durante todo o dia na Universidade Federal do Piauí.

A primeira parte do Ato foi um debate em defesa do Estado Democrático e das Universidades Públicas. A Mesa de Discussão contou com os seguintes debatedores: Promotora Dra. Leida Diniz; Prof. Dr. Francisco Mesquita; Prof. Dr. Waldílio Sousa; Prof. Me. Marcelino Fonteles; Maria Casé – MPA e Prof. Dr. Dalton Macambira. A Coordenação do debate ficou por conta dos professores Cledinaldo Leal (Diretor de Relações Sindicais) e Socorro Silva (Diretora de Atividades Acadêmicas e Culturais). O evento foi realizado no Auditório do CCE-UFPI e contou com a presença de diversos movimentos sociais, estudantes, representantes políticos e lideranças locais.

Durante o debate, o Professor Francisco Mesquita ressaltou que a evolução da mídia tecnológica ultimamente mais colabora para o conservadorismo do que para a constituição de um diálogo de respeito às classes menos favorecidas, sendo mais um mecanismo de desinformação e construção de visões equivocadas sobre o real momento político do país.

A Promotora Leida Diniz, disse ainda que os processos de condenação dos governos anteriores ao golpe são injustos, desqualificados e inadequados, reafirmando que “precisamos lutar pela democracia e por um Brasil soberano, buscando através da justiça o respeito aos princípios democráticos e a garantia do direito de escolha dos nossos governantes pelo voto”.

O Prof. Waldílio Sousa, afirmou ser lamentável que muitas pessoas estejam com os olhos fechados para a fatalidade que está acontecendo com o nosso país, principalmente o público das Universidades: “Nós vemos dentro da UFPI uma grande quantidade de alunos que entraram através dos Programas das Políticas Afirmativas e que hoje lutam contra governos que trabalharam para a criação e garantia desses benefícios. Ressaltou ainda que é uma pena que os olhos da sociedade estejam fechados para entender a atual conjuntura política do país e a importância da democracia”, afirmou o professor.

Para a Coordenadora do MPA (Movimento de Pequenos Agricultores), Maria Casé, a maior mobilização contra o golpe se dá em torno dos movimentos sociais que estão em sintonia com as demandas atuais da classe trabalhadora e dispostos a realizar a luta das ruas, pois sem a mobilização coletiva não conseguiremos evitar o fortalecimento de condutas ditatoriais e práticas golpistas que assolam o nosso país.

Finalizando o momento de discussão, O Prof. Dalton Macambira conclamou todos os partidos e entidades ali representadas para um pacto de união entre as esquerdas que entendem que o país vive um momento de exceção, reafirmando ser este o único caminho para derrotar a onda fascista que tem tomado conta do Brasil nos últimos anos.

Durante a tarde, os professores estiveram em Ato no Pórtico da UFPI e que reuniu uma quantidade significativa de professores, técnicos, estudantes, movimentos sociais e comunidade em geral. A coordenação e realização do Ato ficou sob a responsabilidade da ADUFPI, Frente Brasil Popular – PBP; Frente Povo Sem Medo; Centrais Sindicais;  Entidades Populares, Estudantis, Pastorais e Sociais.

Segundo a Diretoria da ADUFPI essa é apenas uma das diversas manifestações que serão realizadas “contra o golpe” e rebatendo os ataques à democracia no nosso País. “Só descansaremos quando vencermos essa luta, que é nossa e de todo Brasil. Infelizmente temos uma sociedade que ainda não despertou para a urgência das manifestações públicas contra as atrocidades que estão sendo cometidas, mas lutaremos por nós e pela conscientização/mobilização dos demais” afirmou Jurandir Lima, Presidente da ADUFPI.

Galeria

Busca Adufpi

Eleições Adufpi 2018

Sistema Adufpi

Contatos Adufpi

Último Informativo

Ações 2016-2018

Adufpi Facebook

Links Úteis